A osteoporose é uma doença que traz o enfraquecimento progressivo dos ossos. Com os ossos fracos, aumenta bastante o risco de uma pessoa ter fraturas. Geralmente a osteoporose está relacionada ao envelhecimento, mas é importante saber que com a queda dos hormônios na menopausa, muitas mulheres passam a apresentar sinais do problema, já que ela afeta o metabolismo dos ossos.

Um dado curioso: uma em cada três mulheres acima de 50 anos terá osteoporose, segundo a Fundação Internacional da Osteoporose (IOF, na sigla em inglês) – e esse dado é muito preocupante. Mas há jeitos de prevenir, frear a doença ou mesmo cuidar da saúde para não se expor às consequências dela. Abaixo, uma entrevista que concedi há algum tempo esclarece mais sobre a osteoporose. No fim, minha dica principal para quem desconfia ter osteoporose.

Quem está mais propenso a ter osteoporose:

  • Pessoas magras, baixas e de pele clara

  • Descendentes de Asiáticos (orientais);

  • Pessoas que tomam pouco sol;

  • Pessoas que já têm histórico familiar da doença;

  • Sedentários, fumantes, alcoolistas, e pessoas que têm dieta pobre em vitamina D;

  • Quem faz uso de medicamentos corticóides;

  • Quem passa por imobilizações por tempo prolongado.

Quais os sintomas mais comuns da osteoporose?

Geralmente, o enfraquecimento dos ossos ocorre de forma lenta e silenciosa. Ao contrário do que se pensa, a osteoporose raramente causa dor. Em boa parte dos casos ela é diagnosticada depois que ocorre uma fratura por fragilidade óssea, ou seja, quando uma pessoa cai e se machuca. 

Qual a idade em que a doença é mais frequente?

Para mulheres, acima dos 60 anos, para os homens, dos 70 anos em diante. 

Quais os medicamentos para tratar osteoporose? Qual a eficácia deles?

Alguns medicamentos podem evitar que a doença evolua ajudando o organismo a reter ou a absorver cálcio. Outros ajudam na fixação do cálcio nos ossos. Existem várias classes de medicamentos que são usados, a escolha de cada um vai depender, claro, do quadro de cada paciente: existem os hormônios e moduladores de receptores hormonais, os bisfosfonatos (Alendronato é o mais comum) e a calcitonina, por exemplo.

A osteoporose tem cura ou apenas controle?

A osteoporose não tem cura. O principal tratamento é preventivo. Mas é claro que quando diagnosticada, o controle ajuda a impedir que ela evolua rapidamente, além de ajudar a evitar fraturas.

Quais são as formas de prevenção à osteoporose?

A atividade física moderada, a ingestão de cálcio, e a exposição ao sol para fixar a vitamina D no organismo são os cuidados clássicos que as pessoas podem ter para fortalecer seus ossos. 

Além da osteoporose, que outras doenças podem acometer os ossos?

Doenças reumatológicas, alguns tipos de tumores, doenças endócrinas (causadas por alterações hormonais), e doenças hepáticas e renais podem afetar os ossos.

Melhor dica para quem desconfia que tem osteoporose:

Mais do que se informar, é preciso buscar as informações certas. Isso só um médico especialista pode fazer, avaliando o seu caso e descobrindo qual o melhor tratamento para você. Jamais copie tratamentos, medicamentos ou suplementos de pessoas conhecidas, pois cada caso é diferente. Os remédios que são bons para sua vizinha podem não fazer efeito para o seu caso e até atrasar o seu tratamento. Prefira a consulta médica, sempre.

Outros artigos

VOLTAR PARA TODOS OS POSTS

FALE CONOSCO

Você pode entrar em contato pelos telefones, redes sociais ou pode enviar uma mensagem

Agendar uma consulta
WhatsApp
Formulário