No passado, tomei uma grande quantidade de corticoide e isso gerou uma necrose com desgaste nos meus quadris. Senti dores no começo do ano de 2017 e, com o tempo, elas foram aumentando, até que era impossível viver sem dores, tanto do lado direito como no esquerdo. Eu andava arrastando uma perna e estava tomando medicação analgésica direto. A cada dois dias, estava no hospital, tomando injeção de analgésico potente.

Em janeiro de 2018, depois de uma consulta com Dr. Marco Aurélio, passei por todos os exames preparatórios e fizemos a cirurgia. Os dois lados do quadril estavam comprometidos e a dúvida era se seria possível fazer a cirurgia ao mesmo tempo. Apesar de não ser muito comum: Sim, no meu caso era possível! O procedimento durou entre 4 e 5 horas, achei até que foi bem rápido.

No outro dia eu já estava andando com andador. As dores da cirurgia eram muito pequenas. O corte é muito pequeno, inacreditável. Saí do hospital assim, andando. Um mês depois, já estava sem andador.

Hoje [no momento da entrevista] ainda não tenho dois meses completos de pós-operatório e estou completamente ativo. Tudo o que não fazia antes, agora faço. Já fui até liberado para a academia. Antes eu não colocava uma calça em pé, hoje coloco. Hoje vejo que eu estava muito limitado mesmo.

É ótimo voltar a fazer coisas que você não podia fazer antes. A gente não percebe o quanto a acessibilidade é difícil no nosso país. Quando você recupera a autonomia de andar sozinho e sem dor, você vê o quanto é bom. Agora não tomo remédio nenhum. Até esqueço que tenho prótese. Conto aos meus amigos e ninguém acredita que operei há tão pouco tempo.”

R.P., 43, comerciante*

(O nome do paciente entrevistado foi mantido em sigilo por questões éticas | imagem meramente ilustrativa).

VOLTAR PARA TODOS OS DEPOIMENTOS

FALE CONOSCO

Você pode entrar em contato pelos telefones, redes sociais ou pode enviar uma mensagem

Agendar uma consulta
WhatsApp
Formulário