A necessidade da cirurgia de prótese de quadril é mais comum em pacientes idosos, devido a artrose ser mais comum nesta faixa etária. Na série O Hospital foi mostrado um caso em que operei um paciente jovem com osteonecrose da cabeça femoral. Nos termos técnicos: necrose asséptica da cabeça femoral. Esta doença é a causa mais comum para a realização da cirurgia de prótese de quadril em pacientes jovens.

Ela ocorre quando o fornecimento de sangue para a cabeça do fêmur (osso da coxa) é interrompido. Como as células ósseas precisam de suprimento constante de sangue para se manterem saudáveis, com a falta dele, o tecido ósseo morre, acontecendo a osteonecrose que pode levar à destruição total da articulação do quadril. Embora possa ocorrer em qualquer osso, ela afeta mais frequentemente o quadril.

O que acontece é que muitas pessoas não apresentam sintomas nos estágios iniciais da doença. E pior, muitas pessoas desenvolvem a osteonecrose em ambos os lados (bilateralmente) – ambos os quadris ou joelhos. E em mais de 50% das pessoas com osteonecrose a causa da interrupção do fornecimento de sangue é desconhecida.

Por isso, reuni aqui algumas das principais causas da osteonecrose e as principais formas de prevenção.

Principais causas da osteonecrose:

  • Luxações, fraturas ou outras lesões do quadril, que podem danificar os vasos sanguíneos e prejudicar a circulação dele para a cabeça do fêmur.
  • Uso excessivo de álcool, que pode causar a formação de depósitos de gordura nos vasos sanguíneos e elevar os níveis de cortisona, diminuindo do fornecimento de sangue para o osso.
  • Medicamentos corticosteróides, embora não se saiba exatamente por que esses medicamentos podem levar à osteonecrose, pesquisas mostram que há uma conexão entre a doença e o uso de corticosteroides em longo prazo.
  • Outras patologias. A osteonecrose está associada a outras doenças, como Doença de Caisson (doença do mergulhador), doença falciforme, distúrbios mieloproliferativos, Doença de Gaucher, lúpus eritematoso sistêmico, Doença de Crohn, embolia arterial, trombose e vasculite.

Como prevenir a osteonecrose

  • Limite o consumo de álcool.
  • Mantenha os níveis de colesterol baixos – pedaços minúsculos de gordura são a substância mais comum que bloqueia o fornecimento de sangue aos ossos.
  • Monitore o uso de esteróides. Certifique-se de que seu médico saiba sobre seu uso passado ou presente de esteróides em altas doses. O dano ósseo relacionado aos esteróides parece piorar com ciclos repetidos de esteróides em altas doses.
  • Não fume. Fumar aumenta o risco.

Outros artigos

VOLTAR PARA TODOS OS POSTS

FALE CONOSCO

Você pode entrar em contato pelos telefones, redes sociais ou pode enviar uma mensagem

Agendar uma consulta
WhatsApp
Formulário